matrícula:
senha:
 




12/12/2013 - Hora de comer não é brincadeira
 

Durante as refeições é preciso deixar de fora os brinquedos, desligar a televisão e o computador e tornar a mesa um ambiente mais divertido.

Os horários das refeições infantis precisam seguir uma rotina e devem ser momentos de prazer, mas não de brincadeira. Por isso, na hora de comer, nada de brinquedos à mesa, revistinhas ou outras distrações, como televisão ou computador.

Estas medidas são importantes para fazer a criança começar a aprender que cada momento exige um tipo de comportamento e que há hora para tudo: brincar, dormir, estudar, tomar banho, escovar os dentes e, claro, se alimentar.

Além de ajudar o pequeno a perceber limites e regras, as refeições são oportunidades importantes para ensiná-lo a apreciar os alimentos com seus diferentes sabores, cheiros, formatos e texturas.

A nutricionista Thais Nabholz explica que, quando a atenção durante o almoço ou jantar está voltada para o programa na televisão, os jogos no computador ou o bate papo virtual, a criança não se concentra na alimentação.

“Ele não presta atenção ao sabor e à aparência e não se dá conta quando é hora de parar”, afirma. Resultado: come mais do que o necessário, o que pode levar ao aumento de peso.

Durante as refeições é preciso deixar de fora os brinquedos, desligar a televisão e o computador e tornar a mesa um ambiente mais divertido.

Muitos pais, porém, alegam que os filhos só comem quando são distraídos pelas imagens ou por brincadeiras. Pode ser até que eles realmente “engulam” o que foi colocado no prato, mas as conseqüências de usar destes métodos não são saudáveis.

“Ao se distrair, a criança tem dificuldade em associar os alimentos ao sabor e ficará dependente do artifício: o brinquedo, a televisão, o computador, a revista ou do adulto que fica fazendo gracinhas”, diz a Dra Thais Nabholz.

Para tornar as refeições mais divertidas, é preciso oferecer ingredientes coloridos e com sabores variados. “Fazendo isso não será necessário distrai-la com outros objetos, pois a refeição será gostosa e prenderá sua atenção.”

Outra dica importante é que os momentos das refeições são importantes para fortalecer os laços. E mais: durante a refeição, a criança observa que os outros comem o mesmo que ela e, como costuma imitar o comportamento dos adultos e gosta de experimentar o que eles estão comendo, é uma forma de estimulá-la a descobrir novos sabores. Por isso é importante servir alimentos saudáveis que todos possam consumir”, diz Thais

A hora de comer pode se tornar muito mais estimulante e prazerosa para os pequenos – e longe dos brinquedos.

Fonte: http://www.malheaqui.com.br/index.php?option=com_k2&view=item&id=166:nutri%C3%A7%C3%A3o-infantil-hora-de-comer-n%C3%A3o-%C3%A9-brincadeira&Itemid=577

Imagem: corbis.com





 

Copyright, © 2017, Centro Escolar Aquarela. All rights reserved. Direitos autorais reservados. Reprodução proibida.
Projeto Web: Insenic Interactive do Brasil