matrícula:
senha:
 




14/03/2013 - Alimentação durante a gravidez e amamentação influencia o risco de obesidade na adolescência
 

Estudo publicado na revista European Journal of Clinical Nutrition conclui que padrões alimentares durante a gravidez podem aumentar a massa corporal gorda de adolescentes, enquanto que a amamentação poderá prevenir a obesidade.

O objetivo dos pesquisadores foi analisar as associações entre a dieta materna durante o terceiro trimestre de gravidez, a amamentação e a composição corporal em longo prazo.

Entre 1988 e 1989, 1127 mães de 1435 crianças preencheram um questionário de frequência alimentar sobre o consumo de alimentos e nutrientes durante o terceiro trimestre de gravidez e a amamentação durante seis meses. Após 16 anos, 415 mulheres e seus respectivos filhos adolescentes foram identificados para a participação desse estudo.

Após a exclusão de alguns participantes, foram estudados no total 264 adolescentes. Os pesquisadores observaram que o consumo de carne vermelha pré-natal excessivo  foi associado com o aumento de massa gorda nos adolescentes (aumento de 0,9%/porção). Também houve associação entre a ingestão calórica materna e aumento de massa gorda nos filhos. A amamentação superior a 25 dias foi inversamente associada com a massa gorda nos adolescentes (decréscimo de 14%).

“A associação entre a dieta materna e composição corporal tem sido estudada em modelos experimentais, demonstrando que a dieta materna rica em gordura aumenta significativamente a gordura corporal total e abdominal na prole. Em humanos, os estudos que avaliaram as associações entre os fatores no início da vida e composição corporal dos filhos, foram quase todos realizados em crianças pré-púberes. Assim, este é o primeiro estudo que avaliou adolescentes de 16 anos”, comentam os autores.

“Portanto, este estudo contribui para o número limitado, mas crescente de estudos prospectivos que examinou a relação entre a dieta materna e composição corporal do adolescente. Este estudo sugere que a amamentação pode ter um efeito biológico benéfico para a prevenção de obesidade e que o maior consumo de carne vermelha durante a gravidez pode aumentar a massa gorda em adolescentes”, concluem.

Fonte: Nutritotal (http://www.nutritotal.com.br/notas_noticias/index.php?acao=bu&id=583)
Imagem: www.corbis.com





 

Copyright, © 2017, Centro Escolar Aquarela. All rights reserved. Direitos autorais reservados. Reprodução proibida.
Projeto Web: Insenic Interactive do Brasil